Etiquetas

adidas (7) aldo (7) amarelos (1) aniversário (1) ano novo (2) aplicações (1) aprendam comigo (2) ar livre (16) artemis (5) avena (1) avon (1) batom (2) berska (39) bijou brigitte (5) bla bla bla (6) blogosfera (19) bonté (1) bordô (1) C&A (1) cabelo (1) calçado guimarães (22) calzedonia (1) casio (2) casting creme gloss (1) closet details (5) colgate (1) compras (34) coques (1) cosmética e beleza (12) decorações (2) dicas (14) dove (1) el corte inglés (1) em voga (4) equivalenza (1) espreitando sites (2) essence (1) estilo de rua (17) factos sobre mim (5) fapex (1) Feira do Mirtilo (1) festivais (6) flowers (1) franjas (1) friends (1) galénic (1) garnier (2) H&M (17) HTL (1) inquéritos (1) inspiration (12) intemporal (1) inverno (21) johnson´s (1) kiko (3) lefties (1) lenços (1) lifestyle (1) loreal (6) make up (4) makeup revolution (1) mango (4) marcas (1) marés vivas (2) maripaz (1) material escolar (1) meus look´s (15) midi (1) momentos caseiros (1) mother´s day (1) natal (9) natura (2) neutrogena (1) nikon (1) nivea (1) novidades (3) opticenter (2) Outfit´s (97) outono (20) padrões (1) parfois (61) party (1) Páscoa (1) passeios (8) pollié (1) prendas (1) primark (11) primavera (21) publicité (1) pull and bear (39) puma (7) receitas (1) resumo (13) rowenta (1) s-fera (6) SD&N (6) seaside (1) sfera (1) shokers (1) shop one (4) sinclô (5) skino (1) sneakers (1) springfield (9) stradivarius (32) sunset (2) Super Bock Super Rock (1) swatch (1) tags (1) tiger (1) toga (1) traje académico (1) tresemmé (1) vans (1) verão (56) vetements (1) vídeos (10) wishlist (4) worten (1) yves rocher (2) zara (45)

domingo, 16 de agosto de 2015

Moda académica!



















Hoje resolvi inovar e mostrar-vos a moda que paira em Coimbra nos dias de cortejos e serenatas! É uma forma de partilhar o orgulho que tenho em estar nesta cidade, mas não só. A verdade é que o traje é, também, um símbolo de moda e, como tal, não poderia ser ignorado por mim. Tal como existem particularidades no estilo Parisiense ou Nova Iorquino, também o corte do traje representa várias cidades. Desde chapéus a coletes, desde atilhos nos colarinhos ao número de botões do blaser, desde os comprimentos das saias à altura dos sapatos, enfim, existe um mundo de variantes. É claro que todos devemos ter orgulho no nosso curso e acolher o traje como nosso, mas no que toca a moda, acho o traje de Coimbra o mais elegante! Não é por estar em Coimbra, de todo! Nunca gostei de ver as saias compridas a rastejar no chão nem gostaria de ser obrigada a usar chapéu porque o traje em si já não é a coisa mais confortável do mundo e estar também atenta à posição do chapéu seria esgotante, e nem tão pouco gostaria de andar apertada com um colete como se eu fosse um embrulho de Natal. O traje de Coimbra foge a tudo isso, apesar de existir no Politécnico colete, na Universidade não exigem, o que é ótimo! À parte disso, a saia tem um corte muito clássico, com um comprimento decente e uma pequena racha atrás bastante desvanecida e que ajuda sempre a dar uns passos mais largos, os sapatos pretos são os tradicionais (para quem opta) e são os meus favoritos! Muitas raparigas preferem um sapato mais feminino que é arredondado à frente e que, por sua vez, é mais alto e é claro que o pé acaba por se sentir mais desconfortável e essas pessoas acabam sempre por comprar outros sapatos à parte que são rasos e esponjosos. Conclusão, escolha errada. Os tradicionais são mais quadrados à frente, mas contemplam aquele estilo conservador, que acho que deve ser mantido ao longo dos anos, têm um salto pequeno e são cómodos. Muita gente se queixa acerca do conforto, mas afinal que calçado à face da terra seria confortável depois de se andar horas infinitas ao calor, com milhares de paragens, a levar encontrões, pisadelas e sei lá mais o quê?! Eu tenho-me sentido bem com os meus, as dores são quase nenhumas, às vezes é apenas cansaço. Basta colocar uns quantos pensos nos dedos certos e está feito! Em relação ao blaser e à camisa, são peças básicas que ficam sempre bem, e às vezes quanto mais simples melhor. A gravata é a coisa que mais gosto no traje, bem como o colarinho elegante e estruturado, adoro! As meias são à vontade do freguês e em suma, todo o traje é bastante equilibrado e elegante! Viva Coimbra!
  ♥     ♥     ♥     ♥     ♥  

Sem comentários:

Enviar um comentário